Fale conosco pelo WhatsApp

Uroginecologista

Uroginecologista

Uroginecologia: saiba mais sobre esta especialidade

A uroginecologia é uma subespecialidade da ginecologia, que se responsabiliza pelo estudo, diagnóstico, reabilitação e tratamento de alterações e doenças do sistema urinário e genital feminino, cuidando, principalmente, de estruturas como útero, bexiga, vagina, vulva e demais órgãos pélvicos (porção inferior do abdômen feminino), além do próprio assoalho pélvico.

A médica uroginecologista tem conhecimento aprofundado de toda a anatomia e fisiologia da pelve feminina e está apta a acompanhar, prevenir, diagnosticar e tratar doenças que acometem o trato urinário das mulheres. Esta especialista também identifica malformações, alterações e condições preexistentes que podem comprometer a saúde feminina, bem como fornecer orientações para garantir a saúde da paciente.

Uma ampla variedade de patologias pode afetar o trato urinário das mulheres, sendo a infecção urinária de repetição e a incontinência urinária algumas das afecções mais comuns. Essas condições demandam atenção não apenas para garantir o conforto e saúde das pacientes, mas, também, porque impactam negativamente na qualidade de vida geral e sexual dessas mulheres.

Como é o trabalho da Dra. Priscila Matsuoka?

O lema da uroginecologista Dra. Priscila Matsuoka é “um encontro, uma oportunidade”, frase que provém de uma palavra em japonês 一期一会 (lê-se ichigoichie). Com esse pensamento guiando sua atuação, a especialista acredita que toda mulher que surge em sua jornada profissional representa uma oportunidade de oferecer atendimento qualificado e humanizado — independentemente de sua idade ou história. Seu foco é sempre solucionar as queixas, a dor e trazer qualidade de vida às mulheres.

A Dra. Priscila preza pelo atendimento personalizado e cuidadoso, oferecendo acolhimento e tratamento humanizado às suas pacientes. Para isso, a uroginecologista aposta na transparência e empatia com as mulheres, entendendo suas particularidades, necessidades e dores. Com base nisso, a profissional direciona sua abordagem terapêutica conforme a individualidade de cada pessoa.

Atendimento presencial e telemedicina

Um dos diferenciais da uroginecologista está em um atendimento acolhedor, tanto que as suas consultas têm duração média de até 1h30. Nesse contato com a paciente a Dra. Priscila Matsuoka escuta e entende as necessidades dessa mulher, sempre a prezar pela construção de uma relação de confiança entre ela a sua paciente.

A prioridade da Dra. Matsuoka é na saúde e no bem-estar dessa mulher. Para valores de consultas particulares, entrar em contato pelos canais disponíveis no site. Já informações sobre reembolso, indica-se o contato diretamente com o convênio e seguro saúde de paciente.

Desde 2020 a telemedicina passou a ser regulamentada no País, fato esse que colaborou na melhoria do acesso à consulta de milhares de pessoas em todo o Brasil. A uroginecologista também atende nessa modalidade e indica, quando necessário, consulta presencial (sem custo adicional) quando há a necessidade de exame físico.

Logo, mulheres que estão com exames feitos e precisam mostrar os resultados de exames, que precisam passar por uma consulta de rotina, ou estão com algum sintoma diferente do habitual, podem optar pelo teleatendimento.

Nessa modalidade de atendimento a paciente receberá um link de acesso por uma plataforma de segurança digital devidamente aprovada pelo Conselho Federal de Medicina e, no horário marcado, basta acessar a plataforma de vídeo.

Assim como no atendimento presencial, na telemedicina são encaminhadas as guias para exames, receitas e demais orientações a saúde dessa mulher.

Principais procedimentos cirúrgicos realizados pela uroginecologista

Conheça as principais intervenções cirúrgicas realizadas pela uroginecologista Dra. Priscila Matsuoka e entenda como cada uma delas é executada:

Cirurgia de incontinência urinária

Tem como principal objetivo restabelecer a qualidade de vida das mulheres que sofrem com a perda involuntária de urina, uma condição benigna que pode comprometer seriamente a autoestima e vida social da paciente. A perda urinária não é normal em nenhuma idade. Existem vários tratamentos para incontinência urinária, que vão desde medidas mais conservadoras, com o uso de medicamentos e fisioterapia, até os mais invasivos, com cirurgias.

Em relação, às intervenções cirúrgicas para incontinência urinária de esforço, podemos utilizar a colocação de uma fita chamada Sling, sintética ou biológica (confeccionada a partir do tecido da própria paciente) na região abaixo da uretra, ou mesmo a aplicação de polímeros peri-uretrais, ajudando a solucionar o problema da perda urinária.

Nos casos de incontinência urinária por bexiga hiperativa refratária há os tratamentos clínicos, e existem também duas possibilidades terapêuticas cirúrgicas para pacientes. A primeira é a aplicação de toxina botulínica intravesical guiada por cistoscopia e a segunda envolve o implante de um neuromodulador sacral. Este último atua estimulando os nervos sacrais com suaves impulsos elétricos, e é indicado para aquelas pacientes em que o cérebro e nervos sacrais não se comunicam corretamente levando a sintomas de bexiga hiperativa.

SAIBA MAIS

Cirurgia de endometriose

Cirurgia de endometriose
A endometriose é uma doença com múltiplas apresentações clínicas e, por isso, é fundamental que o tratamento seja realizado por um especialista, que considerará a idade da mulher, estágio da endometriose, sintomas e desejo de engravidar. A cirurgia é indicada nos casos mais graves ou quando os sintomas não podem ser adequadamente controlados por meio dos tratamentos clínicos.

O objetivo da cirurgia é remover todos os focos de endometriose, por videolaparoscopia ou via robótica. Trata-se de uma cirurgia complexa e delicada, pois é necessário associar uma ampla ressecção sem, contudo, lesar as estruturas nobres que, normalmente, estão envolvidas pela endometriose, como os ureteres, nervos hipogástrios e reto.

Como a endometriose pode acometer outros órgãos como, por exemplo, a bexiga e o intestino, pode ser necessária uma equipe multidisciplinar (ginecologista, coloproctologista, urologista) na cirurgia. É crucial que essa equipe esteja bastante entrosada e familiarizada com a cirurgia, porque somente uma atuação em conjunto pode garantir o tratamento completo da paciente.

SAIBA MAIS

Cirurgia de mioma uterino

O mioma é um tumor benigno uterino, cujo tamanho, localização e a quantidade variam de mulher para mulher. A cirurgia de retirada de mioma se chama miomectomia, e pode ser realizada por via histeroscópica, quando o mioma está localizado no interior do útero (submucoso), ou por via abdominal, para os miomas intramurais ou subserosos. Quando se opta pela via abdominal, habitualmente, a cirurgia é realizada por videolaparoscopia ou robótica. A indicação da cirurgia e a escolha da via de acesso depende dos seguintes parâmetros:

  • Localização do mioma (subseroso – camada mais externa do útero, miométrio – camada intermediária do útero e submucoso – parte mais interna do útero)
  • Tamanho do mioma
  • Sintomas da paciente
  • Desejo de engravidar
  • Infertilidade
  • Menopausa
  • Cirurgias uterinas prévias

SAIBA MAIS

Cirurgia de mioma uterino

Cirurgia de prolapso genital

Procedimento cirúrgico cujo objetivo é restaurar a anatomia do assoalho pélvico, reposicionando os órgãos como a bexiga, vagina, útero e reto, por este sustentado, às suas localizações normais.

A indicação da cirurgia e da via de acesso dependem de:

  • Desejo de engravidar
  • Comorbidades da paciente (doenças como diabetes)
  • Cirurgias vaginais ou abdominais prévias
  • Sintomas da paciente
  • Grau do prolapso
  • Idade da paciente
  • Tipo do prolapso
  • Associação com incontinência urinária

SAIBA MAIS

Histerectomia

A histerectomia — cirurgia de remoção do útero— é indicada para as mulheres que não têm desejo de engravidar e que possuem uma patologia, cujos sintomas não foram aliviados pelos tratamentos clínicos, como adenomiose e miomas uterinos, por exemplo. Além disso, também é indicada nos casos de câncer de útero ou colo do útero.

É classificada em total, subtotal ou radical, dependendo das estruturas que forem removidas na intervenção. A decisão da manutenção ou não do colo uterino será tomada considerando a idade e as comorbidades da paciente, assim como a gravidade do caso, os sintomas clínicos, a anatomia pélvica e a suspeita de malignidade.

SAIBA MAIS

Outros procedimentos

Além dos tratamentos descritos, a uroginecologista oferece:

  • Exames de rotina e check-up da saúde da mulher;
  • Biópsia de vulva e vagina;
  • Inserção de DIU hormonal;
  • Inserção de DIU sem hormônio;
  • Retirada de DIU;
  • Inserção de Implante Hormonal (Implanon);
  • Retirada de Implantes Hormonais;
  • Procedimentos de eletrocauterização do colo uterino;
  • Rastreamento de câncer ginecológico;
  • Ninfoplastia;
  • Rastreamento de câncer ginecológico;
  • Acompanhamento do período de menopausa e peri-menopausa;
  • Investigação e tratamento de endometriose;
  • Investigação de tratamento de úlceras genitais;
  • Investigação e tratamento de doenças sexualmente transmissíveis;
  • Reconstrução do corpo perineal (perineoplastia);
  • Aconselhamento pré-concepcional;
  • Tratamento de cistos ovarianos;
  • Aplicação de laser vaginal;
  • Aplicação de toxina botulínica vaginal ou perineal;
  • Investigação e tratamento de verrugas genitais e infecções por HPV;
  • Drenagem de abcessos.

Como a Dra. Priscila Matsuoka realiza suas cirurgias?

Com base no diagnóstico pode vir a ser indicado o tratamento cirúrgico. Devido a sua especialização em técnicas minimamente invasivas e em cirurgia robótica, a Dra. Priscila Matsuoka preconiza tais procedimentos, pois têm menor tempo de internação pós-operatória, redução da dor (sempre a depender da tolerância a dor de cada paciente) e retorno mais rápido às atividades cotidianas e/ou laborais.

Ainda com base nos preceitos de atendimento da Dra. Matsuoka, cabe o destaque aos protocolos adotados pela médica ao orientar o tratamento cirúrgico:

  • Real necessidade da cirurgia, mesmo que outro profissional tenha dito ser necessário;
  • Técnica cirúrgica, assim como os tipos anestesia;
  • Outras alternativas além do tratamento cirúrgico;
  • Tempo menor de recuperação e de internação, assim como a indicação do hospital que comporta a cirurgia;
  • Informação clara sobre os riscos cirúrgico, já que toda cirurgia pode ter complicações mesmo que mínimas.

Todos os pontos acima elencados são informados a paciente em consulta, seja ela presencial ou por telemedicina. Valores dos honorários médicos e demais custos também são previamente acordados em consulta.

Outro diferencial que pode ser destacado no trabalho da uroginecologista é referente a escolha da sua equipe cirúrgica. Todos os profissionais (enfermeiros, anestesiologista e instrumentador cirúrgico) trabalham com acolhimento, carinho e respeito a essa mulher, prezando pelo atendimento humanizado e grande expertise em suas áreas. Por exemplo, o anestesiologista vai tirar todas as dúvidas do paciente antes da cirurgia, indicará a anestesia com base no caso da paciente, além de atua para garantir menor dor no pós-operatório.

Cirurgia robótica em uroginecologia

Sempre que possível, a uroginecologista Dra. Priscila Matsuoka dá preferência para o emprego da cirurgia robótica, a fim de garantir o melhor tratamento às suas pacientes. Este tipo de procedimento minimamente invasivo oferece menor agressão ao organismo, possibilitando uma rápida recuperação pós-operatória, minimizando desconfortos e riscos associados à intervenção. Em problemas uroginecológicos, a cirurgia robótica para correção de prolapso apical (de cúpula vaginal) já se mostrou superior a outras vias de acesso.

Na cirurgia robótica, uma câmera de alta resolução e os instrumentos cirúrgicos são inseridos no abdome da paciente a partir de pequenas incisões laparoscópicas de aproximadamente 0,5 a 1 cm. Todos esses dispositivos são manipulados por um moderno robô que é totalmente controlado pela cirurgiã que, por sua vez, pode executar a intervenção de maneira precisa e segura no console do robô (que fica ao lado do paciente). Em campo, ficam os cirurgiões auxiliares e a instrumentadora da Dra. Priscila.

Com extenso currículo, treinamento altamente especializado e ampla experiência na área, a Dra. Priscila Matsuoka oferece tratamento de qualidade, sempre prezando pelo bem-estar, qualidade de vida e atendimento humanizado às suas pacientes. Para saber mais sobre o trabalho da uroginecologista, entre em contato e agende uma consulta.

Hospitais credenciados

Para atender as pacientes que precisam de intervenção cirúrgica, a uroginecologista Dra. Priscila Matsuoka é credenciada em renomados hospitais. Confira a lista a seguir:

Atendimento Emergencial

Caso você já seja paciente da Dra. Priscila Matsuoka e necessite de atendimento emergencial, dirija-se a um dos hospitais acima listados e solicite que a equipe de plantão do hospital entre em contato com a Dra. Priscila Matsuoka (CRM 133872).

Cuidado integral
à saúde da mulher

Agende uma consulta
(11) 99802-1564