Atendimento Vila Mariana - SP

Agende sua consulta

Conheça os principais tratamentos para endometriose

Agende uma consultaFale conosco pelo WhatsApp
Imagem ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

25 janeiro, 2024

Por:

A indicação de medicação ou cirurgia deve ser feita conforme o quadro clínico e desejos reprodutivos da paciente

Embora seja uma doença benigna, a endometriose acomete milhões de mulheres em todo o mundo, muitas das vezes causando uma sintomatologia que causa muitos impactos negativos na qualidade de vida. Assim, os tratamentos para endometriose visam tanto reduzir os sintomas dessa condição (principalmente a dor) quanto remover os focos da doença. É válido lembrar que esse quadro ocorre quando o tecido que reveste o útero, o endométrio, passa a se replicar em outros órgãos – da cavidade pélvica ou não.

Descubra um tratamento eficaz para endometriose e recupere sua qualidade de vida!

Agende uma consulta

Sintomas e diagnóstico da endometriose

A endometriose pode se manifestar de várias maneiras, principalmente quando acomete órgãos distantes do útero, como intestino, bexiga, apêndice e até mesmo os rins. Porém, de forma geral, alguns dos sintomas comuns da endometriose são:

  • Dor intensa em região pélvica ou abdominal;
  • Dor ou desconforto durante as relações sexuais;
  • Cólicas menstruais fortes;
  • Infertilidade;
  • Sangue na urina ou nas fezes no período menstrual;
  • Dor ao urinar ou defecar;
  • Obstrução intestinal.

No entanto, a gravidade dos sintomas nem sempre reflete a extensão da condição, sendo que algumas mulheres com endometriose grave podem não apresentar sintomas evidentes e serem assintomáticas. Assim, o diagnóstico é fundamental para que o ginecologista possa definir qual dentre os tratamentos para endometriose é o mais indicado para cada mulher.

O diagnóstico dessa condição geralmente envolve uma combinação entre história clínica detalhada, análise dos fatores de risco, exame físico ginecológico e exames de imagem, como ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal e, em alguns casos, a ressonância magnética de abdômen e pelve.

Principais tratamentos para endometriose

Atualmente, os tratamentos para endometriose incluem opções medicamentosas e cirurgia para casos mais avançados e em mulheres sem desejo reprodutivo.

Terapia hormonal

Dado que a endometriose é uma doença crônica e sem cura, seu tratamento tem como premissa controlar a dor e melhorar, assim, a qualidade de vida da paciente. Para isso, um dos principais tratamentos para endometriose é a terapia hormonal, que pode ser feita com anticonceptivos orais, injetáveis ou implantáveis, bem como através dos dispositivos intrauterinos (DIUs) hormonais.

Existem outros tratamentos hormonais que melhoram os sintomas induzindo um “estado de menopausa”. Essas terapias não estão indicadas para todas as mulheres, pois apresentam riscos de perda de massa óssea e sintomas semelhantes à menopausa, como fogachos.

Tratamento cirúrgico

Quando os sintomas são graves ou quando há comprometimento significativo dos órgãos, a cirurgia deve ser considerada como uma das opções de tratamentos para endometriose, sendo que há duas abordagens minimamente invasivas disponíveis.

Via laparoscopia

A laparoscopia é um procedimento minimamente invasivo no qual pequenas incisões são feitas na região abdominal da paciente, por onde são inseridos instrumentos que permitem aos cirurgiões visualizar e remover o tecido de endometriose e as aderências. Essa abordagem oferece uma recuperação mais rápida em comparação com cirurgias mais invasivas.

Cirurgia robótica

Outra opção minimamente invasiva é a cirurgia robótica, uma variação da laparoscopia, mas que conta com o auxílio de um sistema robótico que permite obter uma visualização 3D e realizar movimentos extremamente delicados e precisos.

Saiba como tratar e prevenir condições ginecológicas fazendo um bom acompanhamento.

Agende uma consulta

Quando a cirurgia para endometriose é indicada?

Segundo a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), aproximadamente um terço das pacientes não respondem bem aos tratamentos conservadores ou desenvolvem reações adversas a eles, recebendo, assim, indicação de abordagem cirúrgica.

Além dessas mulheres, a cirurgia é indicada para aquelas que, mesmo sendo assintomáticas, apresentam risco de complicações, como estenose de vias urinárias, comprometimento intestinal ou endometrioma maior que 5 cm. Da mesma forma, a cirurgia laparoscópica ou robótica é indicada para aquelas que, embora não apresentem os sinais de gravidade, têm sintomas significativos.

Por fim, entre os tratamentos para endometriose, a cirurgia é indicada para pacientes que não desejam continuar com o tratamento hormonal.

Onde realizar os tratamentos para endometriose

Quando se trata de tratamentos para endometriose, é fundamental contar com profissionais experientes e especializados, tais como a Dra. Priscila Matsuoka, médica especializada e referência na área de ginecologia e uroginecologia, com expertise em tratamentos para endometriose.

Entre em contato com a Dra. Priscila Matsuoka.

Fonte:

Febrasgo;

Cuidado integral
à saúde da mulher

Agende uma consulta
(11) 99802-1564