Atendimento Vila Mariana - SP

Agende sua consulta

Endometriose intestinal: sintomas e tratamento

Agende uma consultaFale conosco pelo WhatsApp
Mulher com sentindo dor, com as mãos na barriga e imagem ilustrativa de intestino.
Imagem meramente ilustrativa (Banco de imagens: Shutterstock)

8 dezembro, 2023

Por:

A endometriose intestinal pode causar significativos sintomas gastrintestinais, incluindo dor para evacuar e dor abdominal

A endometriose é uma condição médica ginecológica e benigna que acomete milhões de mulheres em todo o mundo, cujos sintomas são mais intensos durante o período menstrual, uma vez que se trata de uma condição hormônio-dependente.

Porém, ainda que a maioria das pacientes apresenta um quadro restrito à cavidade pélvica — em órgãos como útero, tubas uterinas e ovários —, parte das mulheres pode ter endometriose intestinal com sintomas que afetam o trato digestivo.

Agende sua consulta com uma especialista em endometriose!

O que é endometriose intestinal?

Na endometriose intestinal, o tecido endometrial — que reveste a cavidade interna do útero — passa a se replicar no trato gastrointestinal, podendo acometer qualquer porção do intestino.

Segundo dados da Associação Médica Brasileira, aproximadamente 79% das lesões ocorrem no reto e 19% no apêndice, podendo acometer diversas camadas da parede e, em alguns casos mais raros, causar obstrução intestinal, perfuração intestinal ou se estender lateralmente, ocasionando obstrução do trato urinário.

Principais sintomas da endometriose intestinal

Os sintomas da endometriose intestinal variam de acordo com o local acometido no intestino, grau de replicação do tecido e profundidade da lesão, podendo incluir:

  • Dor pélvica, que pode se intensificar nos períodos menstruais;
  • Dor ou desconforto ao evacuar;
  • Dor retal;
  • Obstipação intestinal;
  • Dor durante a relação sexual;
  • Sangramento nas fezes, principalmente durante o período menstrual;
  • Inchaço ou dor abdominal;
  • Infertilidade.

Qual a relação entre infertilidade e endometriose intestinal?

Embora não seja o desfecho mais comum, a endometriose intestinal pode afetar a fertilidade de várias maneiras, pois quando o tecido endometrial se replica próximo aos órgãos reprodutivos, como os ovários ou as tubas uterinas, pode haver formação de aderências e cicatrizes, o que dificulta a passagem do óvulo para o útero. Além disso, a própria inflamação causada pela endometriose pode alterar o ambiente uterino, tornando-o menos propício para a implantação do embrião.

Assim, algumas mulheres com endometriose intestinal podem ter maior dificuldade para gestar, além de enfrentar desafios adicionais devido aos sintomas gastrointestinais durante esse período. No entanto, com o tratamento e o acompanhamento médico adequado, a maior parte das mulheres consegue engravidar e gestar sem grandes complicações.

Cuide da sua saúde feminina com a Dra. Priscila Matsuoka!

Agende uma consulta

Como é realizado o diagnóstico?

O diagnóstico da endometriose intestinal pode ser desafiador, uma vez que os sintomas se sobrepõem a muitas outras condições gastrointestinais. Porém, mediante queixas de sinais e sintomas que falem a favor da condição, é preciso iniciar uma investigação mais aprofundada com exame físico direcionado e exames de imagem, tais como ultrassonografia transvaginal com preparo intestinal, ultrassonografia endoscópica transretal e ressonância magnética de abdômen e pelve.

Tratamento para Endometriose Intestinal

O tratamento da endometriose intestinal é baseado:

  • Na intensidade dos sintomas;
  • Local do intestino acometido (apêndice, intestino delgado, intestino grosso, sigmoide ou reto);
  • Tamanho da lesão;
  • Porcentagem da circunferência do intestino acometida pela endometriose;
  • Profundidade da invasão da lesão.

Além disso, precisamos considerar os planos reprodutivos da paciente, sendo que muitas mulheres se beneficiam com medicamentos que promovem o alívio da dor e que controlam os sintomas da endometriose.

Porém, em casos mais graves, a cirurgia pode ser indicada, principalmente quando houver necessidade de fazer ressecção de parte do intestino. Assim, em alguns locais específicos, a melhor opção de acesso é por laparoscopia e, preferencialmente, com abordagem robótica, que além de causar menos sangramento e ter menos tempo de internação, reduz o risco de complicações.

É válido ressaltar, ainda, que ao tratar a endometriose intestinal por via laparoscópica ou robótica, o paciente evolui com menos queixas durante o período pós-operatório e tem uma recuperação mais rápida quando comparada à cirurgia convencional.

Assim, o diagnóstico precoce e o tratamento adequado são fundamentais para aliviar os sintomas e melhorar a qualidade de vida das pacientes, sendo que nas abordagens cirúrgicas, a laparoscopia e a cirurgia robótica são opções eficazes e que trazem grandes benefícios à paciente com endometriose intestinal.

Entre em contato e agende sua consulta com a Dra. Priscila Matsuoka .

 

Fontes:

Febrasgo

AMB

Cuidado integral
à saúde da mulher

Agende uma consulta
(11) 99802-1564